Nome:
Email:

Assine e receba   periodicamente informações e as novidades da Clinica Dr. Luciano Stancka.

Veja as notícias anteriores

Artigos e matérias
Buscar
Data: De Até
 Melatopausa  

Melatopausa

                                                 Image

 

A melatonina é uma molécula produzida em algumas regiões de nosso organismo sendo que o principal sítio de produção é a glândula pineal, sendo também fabricada em menor escala retina, no trato gastrintestinal e provavelmente em alguns outros órgãos de nosso corpo. A glândula pineal, o principal local de produção da melatonina, foi durante muito tempo comparada com o apêndice, a qual só serviria para nos trazer transtornos quando da presença de algum tumor (o apêndice só nos proporcionaria apendicite, defeito até agora não contestado). Porém estudos científicos demonstram à cada dia que a melatonina produzida pela pineal tem importante envolvimento com o bem estar de nosso organismo e a sua diminuição deve contribuir de maneira importante para o envelhecimento nos seres humanos. A produção da melatonina pela pineal ocorre quase exclusivamente à noite e no escuro, o que justifica os altos níveis deste hormônio á noite e muito baixos durante o dia.

 

À medida que envelhecemos a produção da melatonina diminui e como conseqüência os níveis circulantes de melatonina nos velhos são muito mais baixos do que nos jovens, o processo é denominado Melatopausa, sendo pouco conhecido a fisiologia deste processo, dada a dificuldade em dosar os níveis noturnos da melatonina.

 

O envolvimento da queda dos níveis de melatonina com o envelhecimento se dá de várias formas, sendo que a ligação deste hormônio com o relógio biológico faz com que a diminuição dos seus níveis deteriore o sono noturno, sendo isso por si só um fator de envelhecimento. Os conhecidos efeitos estimulantes no sistema imunológico justificariam o enfraquecimento imunológico do idoso. Adicionalmente, a melatonina tem efeitos anti-câncerígenos muito interessantes, especialmente nos cânceres mamário e hepático. Não bastasse o já citado, é sabido ainda que a melatonina é poderoso antioxidante.

 

 É por conta de tudo isso já exposto, que à cada dia aumentam as expectativas da reposição deste hormônio, com ótimas perspectivas no tratamento de moléstias como Alzheimer, Parkinson, e outras condições neuro degenerativas, dada a vantagem de atravessar a chamada barreira entre o sangue e o cérebro (barreira hemato-liquórica). É claro que necessitamos de mais estudos para adequarmos protocolos.

 

Ainda que também neste caso a reposição seja contra fisiológica, que fique o exemplo que a catarata incide no fisiologismo do envelhecimento e nem por isso aceitamos a cegueira.

Dr.Gustavo Coutinho de Andrade

 
 
Outros Artigos
Magnésio Para a Saúde e Rejuvenescimento
Magnésio Para a Saúde e Rejuvenescimento por Walter Última   O Magnésio não é nada menos que um mineral milagroso no seu efeito sobre a cicatrização de uma vasta gama de doenças, bem como na sua capacidade de rejuvenescer e e... Ler mais[+]
AS SETE EMOÇÕES NEGATIVAS DA MEDICINA CHINESA
  As Sete Emoções Negativas da Medicina Chinesa    Muito do que se aprende a respeito de saúde e energia parte da Madicina Chinesa ou é por ela validada. Estou tirando uns dias para reorganizar algumas coisas, mas, enquanto isso, compartilho este texto.... Ler mais[+]
O Poder da Mente Emagrece
Obesidade é um problema de saúde. Além de dietas, uma técnica chamada Qi Mental (leia-se qui mental) também é opção para livrar-se dos quilinhos extras. Nesse caso, a idéia é emagrecer controlando a força do pensamento ... Ler mais[+]
Enxaqueca
Fala baixo, é... enxaqueca Ela incomoda cerca de 35 milhões de brasileiros. O pior, é que esse mal não tem cura! Mas antes de se dar por derrotada, saiba que o controle dessa dor insuportável pode estar nas suas mãos Por Mariana Viktor   ... Ler mais[+]
Desinformação leva a autodiagnóstico fictício sobre transtornos mentais
Desinformação leva a autodiagnóstico fictício sobre transtornos mentais por Joel Rennó Jr.   "O autodiagnóstico é inconcebível em psiquiatria, geralmente, resulta em erros e consequência... Ler mais[+]
O "Pum" pode matar?
O "Pum" pode matar? Pum mata? Mata, ô se mata. Mata mesmo! Quer ver um exemplo? Em Jerusalém, no Pessach do ano de 44 d.C. um pum foi responsável pela morte de aproximadamente dez mil pessoas! Você acredita? Pois foi isso mesmo... S... Ler mais[+]
[+] Ver todos os artigos[+]
 
Clínica Dr. Luciano Stancka
stancka@uol.com.br / clinicals@uol.com.br 
Av. Angélica, 916 - conj. 501/503 - Higienópolis
Cep: 01228-000 -São Paulo Tels.: (11) 3667-2491 / 3667-3750